UM DIA DOURADO EM CURITIBA

 

celio

UM DIA DOURADO EM CURITIBA
Dois ídolos em uma só viagem!

Obrigado amigo Alexandre Parker pela oportunidade de poder encontrar em uma mesma viagens dois grandes ídolos.

Muitos compromissos em Florianópolis, quase me impediram de ir a Curitiba, mas algo forte me puxava, eu fui!
De carro até Piçarras, hospedagem na casa dos amigos Henrique e Katia, carona com os amigos Tuco e Sandra, chegamos na hora do Café, ufa!!!

Combinei com o Parker, que eu daria meu depoimento de como foi minha participação no dia da medalha da Poliana, ele disse que que ela iria falar disso e eu falaria durante a palestra.

Muitos amigos de Travessias encontrei por lá, Silmara, Fabiana, Beth, Paulo, Indiana, Marcia, Lucas....

Bom, Ricardo Cintra, técnico e marido da Poliana, ou seria, marido e técnico?
Falou primeiro, um completo domínio de tudo que está fazendo, e podemos ver um casal muito divertido e muita interação, certamente um dos ingredientes que levaram a medalha.

Eu treinei, não vou chorar!!!! Adivinha se o treino funcionou Osni, Vitoria?

O “pobrema” foi que, quando chegou a hora, quando ela mostrou a entrevista que ela deu ao repórter que contou pra ela da medalha, já foi uma carga de emoção, ele se emocionou.
https://www.youtube.com/watch?v=Bgq_Rn4kcXI
https://www.youtube.com/watch?v=RWSLGvVOZXM
Uma pessoa com emoção em tudo que faz, que fala, em que acredita!!!

O Parker me chamou....

Nem comecei a falar e já embarguei, foi uma cachoeira, minha, da Poliana, do Parker, da Beth...
Desculpa pessoal vou treinar mais!!!

No dia 15 de agosto de 2016, eu estava na praia de Copacabana, uma realização, para quem estava vivando de Travessia a 20 anos, nossa casa, nosso pão de cada dia, vem dos eventos que nós fazemos, dos desafios que proporcionamos, das emoções, das Travessias pelo mundo, dos aprendizados que proporcionamos e recebemos.
A grande herança, dos amigos que fizemos, das pessoas que nos querem bem!!

Acredito que colaboramos para formar a base da pirâmide, cada um que nadou a Travessinha de 200 metros, que perdeu o medo nos 750 metros, que nadou 1500m, 3 km, 5 km em Itapema, 8km no Rio da Guarda, 10 km no Canal do Linguado, 12 km no Rio São Francisco, cada um, como gotas, ajudou a encher o MAR DA POLIANA, fez ela chegar e tocar o sino do merecimento!!!
CHEGAR NO OLIMPO!!!

Sol lindo, me posicionei na ciclovia, bem ao lado da cerca, onde as atletas passariam para chegar na praia.
Lá vem as moças, veio a Poliana, passou bem perto de mim, falei intensamente:
- VAMOS POLIANA!!!!
Ela retribuiu com um sorriso, brilhante, SORRISO DE MEDALHA!!!
Meu sentimento não costuma me enganar.

Emoção, largada, a cada volta, a expectativa!!!

A chegada, no telão, o resultado, Poliana em 4º, a decepção não foi pelo resultado, foi porque, acreditava que a Poliana merecia, pelo meu sentimento, pelo 20 anos de aguas do mundo!!
Deixei a praia, voltei pra voltar pra casa, afinal seria meu último ato olímpico!
Passo por uma pequena banca de revista, pendurada em uma calçada de Copacabana, uma tv de 14 polegadas, cheia de chuvisco(certo que quem tem menos de 30 anos, não sabe o que é chuvisco), pude ver, no que pouco se podia ver, o resultado, a Poliana em 3º, eu cheguei mais perto pra ver se não era erro, dos meus olhos, da tv, dos chuviscos!
ERA VERDADE!!!
UHUUUUUUUUUUUUU!!!!
Sai comemorando pela rua, pulando de alegria, falando pra quem eu encontrava na rua!
Até o aeroporto, volto pra Floripa, com o sonho Olímpico completo!
Ganhei a medalha que eu mais queria ganhar!!!
Eu me senti, como, se eu estivesse com a medalha no peito.

OBRIGADO POLIANA!!!!
Demorei 1 ano e 2 meses, mas tive oportunidade de falar isso pra ti pessoalmente!!!
https://www.youtube.com/watch?v=jwHrqx3lHA0

Para completar esse dia dourado em Curitiba, aparece o ídolo Célio Amaral.
Conheço o Célio desde 1995, ícone da natação máster do Brasil.
Tive oportunidade de conduzir o viajante Celio Amaral a completar todos os 7 países da América Central, nos, “enquanto” viajantes, disputamos países conquistados!!!
Célio, é o mais amigos dos seus amigos que eu conheço!!!
Grande contador de histórias e braçadas, é, ele conta as braçadas em todas as travessias que vai!

Último ato, café na casa de viajante, aventureiro, nadador de Célio Amaral!
OBRIGADO CÉLIO, pela parceria e amizade!!!!

OBRIGADO POVO DO MAR!!!!

Marcos Pinheiro

Mais nesta categoria: « DICAS NATAÇÃO EM ÁGUAS ABERTAS

1 Comentário

Entre para postar comentários