Arleia

Arleia

19º Grand Prix de Travessias - Tour 2017/2018 - RESULTADOS

ETAPAS GRAND PRIX DE TRAVESSIAS - 19ª TEMPORADA
CLIQUE NOS LINKS PARA VER O RESULTADO DE CADA ETAPA

1ª etapa 
07/10/2017 Sábado - Bombinhas/SC 
18ª Travessia Internacional de Bombinhas - 3000m
08/10/2017 Domingo - Bombinhas/SC 
18ª Travessia Internacional de Bombinhas - 1500m, 750m, 200m
Resultados - Clique Aqui!

2ª etapa
11/11/2017 Sábado - Florianópolis/SC 
19ª Travessia Lagoa do Peri - 3000m
12/11/2017 Domingo - Florianópolis/SC
19ª Travessia Lagoa do Peri - 1500m, 750m, 200m
Resultados - Clique Aqui!

3ª etapa
16/12/2017 Domingo - Palhoça/SC
3ª Travessia Lagoa do Caverá Park - 3800m
17/12/2017 Domingo - Araranguá/SC
3ª Travessia Lagoa do Caverá Park - 1800m, 750m, 200m
Resultados - Clique Aqui!

4ª etapa
03/02/2018 Sábado - Florianópolis/SC
3ª Travessia de Jurerê - 3800m
04/02/2018 Domingo - Florianópolis/SC
3ª Travessia de Jurerê - 1500m, 1750m, 200m
Resultados - Clique Aqui!

5ª etapa
24/02/2018 Sábado - Governador Celso Ramos/SC
10ª Travessia de Palmas - 3000m
25/02/2018 Sábado - Governador Celso Ramos/SC
10ª Travessia de Palmas - 1800m, 750m, 200m

Resultados - Clique Aqui!

6ª etapa
07/04/2018 Sábado - Florianópolis/SC 
2ª Travessia Baía Sul - 4000m 
Resultados - Clique Aqui!

08/04/2018 Domingo - Florianópolis/SC 
2ª Travessia da Daniela - 2000m, 1000m, 200m
Resultados - Clique Aqui!

Ranking FINAL 19º Grand Prix de Travessias 2017/2018 - 
Atletas - Clique Aqui!
Equipes - Clique Aqui!

MAIO 2013 – CANCUN, BELIZE, GUATEMALA E PANAMÁ (14ª VIAGEM)

MAIO 2013 – CANCUN, BELIZE, GUATEMALA E PANAMÁ (14ª VIAGEM)

Diário de Bordo Primeiro dia – 23 de maio de 2013

Saímos em quatro pessoas de Florianópolis para São Paulo, eu a Léia, o Carlos e irmão Percy, que mora em Criciúma. Assim que chegamos em São Paulo, os amigos de Curitiba já estavam na fila do Cheking.
Do grupo que foi para o Caribe ano passado, estávamos eu a Léia, o Célio, o Ryszard e a Leila. Para completar o Grupo, estavam o Rafael filho do Ryszard e a Carolina, neta do Ryszard, que tem a mesma idadedo Rafael Me encontrei no aeroporto com o amigo de São Paulo, Marcus Fuschini, para conversarmos sobre futuros projetos de Travessias.
Embarcamos as 11h55 para o Panamá, local de nossa escala. Chegamos as 16h:54min (horário local), embarcamos as 19h00min, chegada: 21h35min em Cancun. O voo atrasou 30 minutos para sair do Panamá, chegando em Cancun, ficamos mais de 1 hora, esperando as bagagens.
Escutávamos os cachorros latindo, provavelmente eles estavam revistando as bagagens!
Dois de nosso amigos, tinham levado erva para Chimarrão! Eu evitei de comentar, mas não era muito indicado levar esse tipo de mercadoria para uma viagem internacional. Eles estavam um pouco preocupados!!!
Assim que chegaram as bagagens, fomos passar no controle, tivemos que explicar o que era aqueles três pacotes de erva verde!
Na saída do aeroporto as risadas foram inevitáveis!!!!
O Abel, nosso simpático motorista, já nos esperava! Todos cansados, seguimos para nosso hotel de confiança!

Segundo dia – 24 de maio de 2013

As 7h embarcamos para Chichem Itza, nas excelentes estradas mexicanas, com velocidade máxima de 110 km por hora. Logo na chegada, encontrei o Ruben, nosso guia que tão bem tinha nos mostrado Chichen Itza. Eu tinha dito para ele que os brasileiros começariam a vir muito para o México, ele disse que em maio estaria falando português, ele me reconheceu e disse que eu era a pessoa que tinha dito pra ele estudar português mas ele aprendeu somente duas palavras em português, para isso ele usou a expressão: Palavras dele: – Que velho tonto! Após a espetacular visita a Chichen Itza, almoçamos um ótimo bufet livre na cidade de piste!

2b

 

Seguimos viagem para Tulum.
Enquanto eles faziam uma rápida visita a Tulum, eu fui com o Abel comprar nossas passagens de Cancun para Chetumal, comprei para as 19h de sábado dia 25.

 

3b

 

Antes de chagar ao portão das ruínas, encontramos o grupo caminhado na direção do carro!
Um grupo muito ativo!!!! Só tem uma pessoa, prefiro não falar o nome, que toma muito um determinado refri “pleto” mas depois dessa viagem, ela vai parar!!!!
Não é Carolina?
De Tulum, demos uma rápida parada em Playa del Carmen e fomos para o congresso técnico da Travessia em Cancun.
Quando chegamos, vimos que era um mega evento, com uma grande estrutura de entrega de kits, só me assustei com o valor para alugar um caiaque, 150 dolares e o valor para acompanhante, 50 dólares!
A Léia que tinha ficado em Cancun, já estava preocupada com nosso atraso, alguns desencontros, tudo certo! Reencontrei meus amigos, Rafael e Abel, de Cancun, que conheci na viagem de dezembro.
Leia encontrou os amigos Ana e Rodrigo que se conheceram na viagem do caribe de 2012 e agora moram juntos no Rio de Janeiro.
Leia também encontrou Luiz Lima e Hélio de La Penha, do Rio de Janeiro.
O jantar de massa era em um restaurante show, os atletas estavam meio deslocados, mas deu tudo certo!


Terceiro dia – 25 de maio de 2013 – Dia da Travessia em Cancun 10 KM E 3 KM

Por algum motivo ficou gravado que o barco sairia as 8h, chegamos as 7h22 no “Embarcadero” da Playa Tortuga, o ultimo barco de atletas tinha saído as 7, o desespero bateu em nós e nos organizadores!
O erro foi meu, aluguei um barco e disparamos para o barco de largada dos 3 km, chegamos as 7h50, ufaaaa!

4b

  Não atrasamos a largada!!!

Alguns dos nossos tiveram dificuldade para subir no barco, que era bem alto!
O inicio da prova, o mar estava agitado! Os 3 km, largava do barco, com um mar marolado, após uns 1000metros, contornava outro barco e ai sim, uma reta de um mar mais tranquilo!
A prova inteira era nadada em um aquário!!!! Todos nadaram bem! Apos a premiação, fomos passear de carrinho de golfe em Isla Mujeres. Segundo o motorista de taxi que levou eu e o Célio, para pegar os carrinhos, o nome da ilha se deve ao fato de quando os espanholes chegaram, os homens estavam trabalhando e só havia mulheres na Ilha!
As 3 da tarde, voltamos com o barco para Cancun, fizemos uma foto dos amigos que estiveram no grupo Caribe 2012, Eu, a Léia, Célio, Ryzard, Leila, Rodrigo e Ana! Chegamos cedo no hotel, resolvemos dar mais uma voltinha no centro de Cancun.
Nosso ônibus para Chetuamal estava marcado para as 19h, decidimos , fazer de conta que estávamos atrasados para pegar o ônibus das 18h15, corremos, pegamos um ônibus urbano, chegamos no guiche da companhia ADO, as 18.13, deu certo, embarcamos as 18.15. A brincadeira era, ADO, AAdo, cada um no seu quadrado!
Chegamos a Chetumal a meia noite, fomos de taxi para o hostel, o simpático atendente nos atendeu muito bem!

Quarto dia – 26 de maio de 2013

Decidimos conhecer um dos povos mágicos do México, Bacalar, com uma lagoa de agua azul e uma bela fortaleza. Paramos no balneário municipal, onde é realizada uma travessia todo mês de junho! Valeu nossa visita em Bacalar.

 5b

 

Os taxis que nos levaram a Bacalar, nos deixaram na fronteira com Belize, uma passagem de fronteira bem tranquila, logo encontramos dois senhores com belas caminhonetes, nos levaram para a saída dos barcos para Lamanai.
Em Belize a Leia assumiu, por ser um pais de língua inglesa.
Lamanai e o único parque de ruinas maia que se vai com barco. O barco que contratamos, teria que se preparar, como estávamos com fome, fomos para um posto de gasolina, comprar algo para comer, acabamos comendo uma excelente comida caseira, uma das melhores de toda a viagem, em um pequeno restaurante ao lado do posto, próximo a cidade de Orange walk. Uma viagem com uma lancha rápida por estreitos canais do New River. O parque impressiona pela localização e pelas belas ruinas!

 6b

 Uma das teorias do declínio do império maia, teria sido uma grande seca, em Lamanai essa teoria cai por terra, porque o rio é bem grande, só se realmente ter secado também!
Comprei uma camiseta para o amigo Airton Ortiz, o foi primeiro que descreveu as Ruinas, ele foi para essa ruina depois que nos conhecemos em 2006, esta em seu livro, em busca do mundo maia. Pela margem do rio, encontramos os Menonitas, seita religiosa que vive como se vivia no inicio do século passado. Os Menonitas são responsáveis por grande parte da produção de alimentos de Belize! Os mesmos senhores nos levaram para BelizeCity, nos indicaram um hotel, estava fechado, acabamos parando em um pequeno hotel, a moça nos atendeu muito bem! Logo ficou amiga da Léia! Fizemos um passeio a pelo centro de Belize City, com suas dificuldades, alguns lugares bem pobres, falam muito da violência da cidade de Belize, nem em 2006 nem em 2013, tive a sensação de insegurança!
Encontramos uma van, no meio da rua, abordamos o motorista, ficou acertado que ele nos levaria para a Guatemala. Dormimos uma noite no pequeno pais, pouco conhecido da grande maioria da população mundial, com pouco mais de 310 mil habitantes. Uma das viajantes, não conseguia passar a água da torneira da banheira para o chuveiro, tomou um banho de cabeça para baixo…..

Quinto dia – 27 de maio de 2013

Acordamos cedo, as 8 a van chegou para nossa ida para Guatemala, uma chuva muito forte, cruzou nosso caminho, durou toda nossa visita a capital de Belize, alguém sabe qual é……….?
Belmopan!
Uma pequena cidade que cresceu e se estruturou desde minha passada por lá em 2006! Até 1981 Belize era um território inglês, hoje é um pais independente, mas pertente a Commonwealth of Nations (em português: Comunidade de Nações), normalmente referida como Commonwealth. Seguindo forma da Declaração de Londres, a Rainha Elizabeth II é a chefe da Commonwealth, em Belize o governador é indicado pela rainha. As estradas de Belize são um exemplo, de que o asfalto pode durar muito se não passarem caminhões com muito peso, o asfalto não tem marcação, porque o tempo apagou, o asfalto é bem gasto, mas sem buracos.

7b

 

Chegamos a fronteira, um grande estress com o transporte, nosso motorista de Belize, mesmo sabendo que não pode entrar na Guatemala, tentou nos usar como massa de manobra para entrar com seu carro na Guatemala! Leia tentou intermediar a negociação, ele acabou contratando uma van da Guatemala que nos levou a Tikal. Marco, nome de nosso motorista, nos levou direto para Tikal, as ruinas mais importantes da Guatemala. Em Tikal estão os templos mais altos do mundo maia. O Abel, outro Abel, nos guiou por uma visita de 1 hora e meia, caminhando em ritmo acelerado! Todos saíram muito impressionado com as ruinas de Tikal! Na volta almoçamos em um local especial El remate, com direito a ceviche e pescado blanco, pescado no Lago Petén Itzá. Acertei os detalhes com o Marco, ele nos deixou em Flores, uma cidade ilha do departamento de Peten.

Sexto dia – 28 de maio de 2013

Flores é uma cidade para ficar sem fazer nada, caminhar pela rua! O primeiro programa foi dar uma volta na ilha correndo! Foram 4 voltas, o percurso deve ter aproximadamente 1500 metros! Após a corrida fui procurar o procurar o Jaime, organizador dos eventos esportivos no Departamento de Peten! Ele faz uma travessia de 7500 metros em março! Encontramos o Jaime no pequeno mercado que pertence a sua família! Ele nos indicou um senhor que trabalha para ele na travessia, para nos levar para nadar no lago! Antes de nadar fomos visitar o museu e um pequena ilha na beira do lago, uma radio que também ficava no lago, me entrevistou. O dono do museu, era um senhor muito simpático, que parecia ter saído de um filme do Indiana Jones, ou de Uma Noite no Museu! ! Nosso barqueiro nos levou ate uma parte do lago, faltando 3500 metros para chegar, o grupo nadou ate a cidade de San Jose! Uma agua doce, pesada, com muitas marolas! Voltamos felizes para Flores, jantamos carnes exóticas da região, Jaime nos acompanhou no jantar. Dei algumas ideias de eventos pra ele, inclusive um revezamento em volta da ilha! E uma Ultra Travessia de 30 km, percorrendo todo o lago Peten!

Sétimo dia – 29 de maio de 2013

Café da manha, na varanda do hotel de frente para o Lago, nossa despedida de Flores! Uma frota de 3 tuktuks esperava a todos para chegarmos ate o Aeroporto. Um aeroporto do mesmo tamanho de Florianópolis, com uma população 10 vezes menor! A região de Tikal recebeu 200 mil pessoas em 2012. Chegamos acidade da Guatemala, Rodrigo, nosso guia, motorista e dono da empresa de transporte turístico, nos esperava para um pequeno passeio pela cidade e seguir viagem para Antigua. Nos hospedamos em um simpático hotel sugerido pelo rodrigo.

Oitavo dia – 30 de maio de 2013

Um momento muito triste da viagem a Leia teve que voltar antes, Celio nos reuniu na pousada e falou como um grande mestre, não me contive com tão belas palavras… Léia ficou no hotel e nos fomos para Chichicastenango. Uma pequena vila, com uma igreja muito representativa! Os espanhóis utilizaram mão de obra nativa, provavelmente escravizada. Eles só não eram inteligente suficiente para perceber que os Maias, utilizaram todos os preceitos maias para construir a igreja! Nesta comunidade existe um grande mercado, com a chegada dos primeiros turistas, a vila se transformou em um grande mercado de artesanato!
Não se deve comprar o preço ou comprar nada das pessoas e crianças que caminham pela rua, corre-se o risco de juntar uma dezena! Eu perguntei o preço de uma manta, para uma senhora chamada Joana! Ela caminhou ao meu lado por aproximadamente 20 minutos! Até me ajudou a encontrar meus amigos perdidos! No fim, acabei comprando, não pela insistência, mas pela simpatia!
De Chiche, como todos chamam, nos dirigimos ao Lagoa Atitlan, a vista do lago é impressionante, gigantescas montanhas, vulcões, chegando até o lago! Almoçamos e retornamos para Antigua. Eu tinha tentado antecipar nossa passagem para o Panamá, fui informado que a mudança teria um custo de 900 dólares por pessoa, olhei no site da companhia e vi que o voo estava vazio. Assim que chegamos a Antigua , comuniquei a intenção ao grupo, todos foram muito receptivos, naquele momento, senti que daria certo! Pequei carona com o Rodrigo até a Cidade da Guatemala! Chegando ao aeroporto, o guichê da companhia aérea estava fechado, insisti para ir no escritório da empresa, chegando lá, um simpático rapaz de nome Mário, me atendeu super bem, e em 5 minutos resolveu tudo, remarquei nosso voo para o Panamá! Assim que o Rodrigo chegou, comuniquei a ele a mudança, a solução era ele dormir em Antigua ele prontamente se prontificou! No hotel em Antigua, comuniquei ao grupo que acordaríamos as 13h30. O numero 9, é muito representativo na cultura Maia, agora estávamos em 8….

Nono dia – 31 de maio de 2013

Acordamos a 1h30 chegamos no aeroporto estava fechado, tomamos café em um posto de gasolina. Voltamos para o aeroporto, nos despedimos do Rodrigo e seguimos viagem para o Panamá! O piloto fez um voo panorâmico em todo o canal do Panamá, foi espetacular! Como antecipamos o voo, não tínhamos transporte contratado, contratei uma van no Aeroporto. Seguimos direto para as Eclusas, no Canal do Panamá! Como não passaria navio, fomos almoçar, todos gostaram muito da comida! Voltamos para as eclusas, demorou mas valeu a pena, vimos 2 navios passar! O motora era chato, a única coisa que ele acertou foi o hotel que nos indicou. O programa da tarde foi correr pelo Casco Viejo (cidade antiga) e pela nova Cinta Costera, a beira mar!

Decimo dia – 1 de junho de 2013

O programa era visitar o Albrook Mall,o maior shopping da América Latina!
Na volta saímos para caminhar, vimos muitas crianças e famílias brincando no sábado a tarde!

Decimo primeiro dia – 2 de junho de 2013

A ultima corrida, fomos para o outro lado, onde estão os prédios com até 80 andares! Contratamos uma Van, para nos levar ao Cerro Ancon, com uma bela vista de toda a cidade! Depois fomos passar pela Ponte das Américas, que liga a Américado Sul, a América Central e do Norte! Após o passeio, passamos por outro Shopping, Los Pueblos. Chegamos bem cedo ao aeroporto, para nossa surpresa, um de nossos viajantes estava sem poltrona marcada, poderia ficar no Panamá! O famoso overbooking, venderam mais passagens que lugares! Eu o tranquilizei, daria meu lugar para ele! Deu tudo certo, embarcamos todos! As 18h30 despegamos!!!!!

Despedida dia – 3 de junho de 2013

Chegamos as 3 da manha!

Extras:
Banho frio, porque não sabia esquentar o chuveiro!!!
Levar chimarrão….
Frases mais usadas:
– Pai estou com fome, 148 vezes!
– Vô quero ir no banheiro 131 vezes!

UMA VIAGEM SINCRONIZADA! TODOS OS LOGARES QUE CHEGAVAMOS A CHUVA PARAVA! O TEMPO MELHORAVA! OBRIGADO A TODOS QUE FIZERAM DESSA UMA VIAGEM DIFERENTE! A juventude e o sorriso farto do Rafael, valeu ROM!!!!!! Ao Ryszard, pela jovialidade de seus 67 anos! Ao Percy, por sua sempre presença e por ter nos confiado abrir as janelas do mundo para sua primeira viagem! Ao Carlos, pela tranquilidade e palavras que deixavam o grupo mais tranquilo! A Carolina, por ter aceitado as muitas palavras ditas para seu bem, que todos queremos! A Leila, obrigado pela força de sua força!!!!!! Ao Célio, que além de ser a pessoa que sugeriu a viagem, foi nosso mestre de natação é um mestre de viagem e na vida!

8b

Obrigado a todos!
Marcos

 

DEZ 2012 – MÉXICO E PANAMÁ (11ª VIAGEM)

DEZ 2012 – MÉXICO E PANAMÁ
(11ª VIAGEM)

Diário de Bordo – Viagem México e Panamá – Dezembro de 2012

mex 12 1

Viajantes: Leandro, André, Érika, Léia, Mário, Lili, Osni, Vitória, Marcos e Marcus Augusto.

A viagem começou antes de começar, descobri uma travessia em Cancun, 10 dias antes de nossa viagem!!!
A segunda sorte foi que a localização de nosso hotel, era a apenas 3 km do local da Travessia.

Alguns encontram erros de português, outros se motivam para a próxima viagem…..

O dia zero (somente chegada) – 30 de novembro de 2012

Dia 30 de novembro às 8 horas, encontro no aeroporto de São Paulo. A base do time já era familiar, Osni e Vitória partiam para a sexta viagem
conosco, Lili e Mario segunda viagem e muitas Travessias, Leandro segunda viagem também muitas Travessias. Os novos eram, André,
no entanto por ser amigo do Leandro e já ter acompanhado algumas travessias, já era da casa, Érika do Rio de Janeiro, logo se integrou ao
grupo! A unidade e afinidade ficou evidente antes mesmo do embarque!!!

O primeiro e mais longo dos voos até a Cidade do Panamá para uma escala, foi tranquilo e “sem buracos na estrada”!
Logo pegamos a conexão para Cancun!
Chegada tranquila no excelente aeroporto de Cancun.
Uma plaquinha com meu nome, lá estava sustentada pelo simpático Abel, também conhecemos senhor Miguel, dono da empresa de transporte.
Do Aeroporto fomos direto para o Hotel, passando pela espetacular Zona Hoteleira de Cancun.
O hotel era novo pra nós, sempre é uma duvida, apesar de ter sido recomendado!
A expectativa positiva se confirmou, um hotel simples, com um ótimo atendimento, com ótimas instalações, a poucos metros da praia e as
margens da Lagoa Nichupé. O hotel conta com uma excelente marina.
A fome era grande, parte do grupo foi para um “ boteco” , quem escolheu sopa, não foi feliz, mas o Marcus Augusto se deu bem com o burrito,
que acabou sendo o melhor de toda a viagem!!! A outra parte do grupo foi ao mercado Oxxo, uma rede de pequenos mercados que estão em
todo o México!

Primeiro dia – 1 de dezembro de 2012

Acordei às 6h da manha, fui correndo até o local da Travessia, porque não tínhamos muitos detalhes sobre a prova. Assim que cruzei a ponte
sobre a barra da Lagoa Nichupé, vi um robalo (peixe) de aproximados 1 metro, logo pensei em meus amigos pescadores, Valdinei, Serginho e
José Daniel. Essa é uma das máximas da pescaria, quando não estamos preparados aparecem os maiores peixes. Logo cheguei na Playa
Tortuga, não existia nenhum indicio de Travessia, mas logo chegou o Abel,  cubano radicado no México, um dos organizadores do evento.
Informações confirmadas voltei pro hotel de ônibus, no simples mas eficiente sistema de transporte coletivo.
Como todos os países civilizados, não existem mais cobradores, o motorista é responsável pela cobrança.
Todos já tomando café para participarmos da primeira edição do Caribbean Open Water. O Osni e a Vitória foram caminhando pela espetacular
orla de Cancun, o restante do grupo foi de ônibus.
Um evento com uma estrutura simples, sendo realizado pela primeira vez, esse mesmo grupo realiza outras Travessias na Península de Yucatan,
região sudoeste do México onde estão localizados 3 estados, Quintana Roo, Yucatan e Campeche.
Eles fizeram provas de 1500, 3000 e 5000 metros. Nosso grupo além de ser a atração do evento, acabou ganhando os primeiros lugares geral no
5000m com o Leandro e a Érika, e os primeiros lugares em suas respectivas categorias, Osni e Mário, alem do reforço no staff, comigo e a Léia
pilotando um dos caiaques.
Como sempre os simpáticos mexicanos, nos deixaram muito a vontade, outro amigo deixado no México foi Rafael, nadador, filho de um nadador
Olímpico mexicano, também um dos organizadores do evento. Confirmamos a data para 2013, esse evento será uma semana antes do Maraton
Guadalupano em Acapulco, podemos então repetir a dupla jornada em 2013, com 2 travessias no México.
Conversei com eles sobre os detalhes do maior evento organizado por eles, que acontecerá em maio, uma espetacular prova de 3 e 10 km,
um grupo já se prepara para participar dessa prova.

Comemoramos nossa inesperada e excelente participação em um restaurante a beira mar, bem próximo ao local da Travessia.

mex 12 2

O Osni e a vitória foram mergulhar, uma de suas novas paixões!

Relato do Osni sobre o mergulho: – Á tarde eu e a Vitória fomos mergulhar nos arrecifes bem na frente de Cancun. Increible!
Águas cristalinas com mais de 30m de visibilidade. Muuuuuitos peixes de várias espécies. Uma tartaruga enorme resolveu brincar com as
bolhas do nosso scuba e ficou vários minutos nadando sobre nossas cabeças. Inesquecível.

mex 12 3

Nos fomos para Isla Mujeres de Ferry, alugamos carrinhos de golf, e percorremos toda a ilha, foi muiiiiiiiito divertido, com direito a ultrapassagens,
informações equivocadas para o outro carrinho tomar a direção errada e muito mais!!!
Visitamos o Templo da Deusa Ixchel – Localizado no ponto mais elevado da Península de Yucatán, onde os deuses Maia cuidam do
Mar do Caribe.
Na Cultura Maia, Ixchel é a deusa da Fertilidade e dos códices, representava a lua, esposa do sol, associada com a procriação.
Ixchel foi a principal deusa Maia.
O templo é bem pequeno, provavelmente são as menores entre todas as ruínas maias. Já ao entardecer, estacionamos os carrinhos em um
supermercado e tomamos um café da tarde!!!!
No momento de entregar o carrinho, avistamos o ultimo ferry para a Playa Tortuga, saímos todos correndo em poucos minutos, estávamos todos
dentro do Ferry, ufaaaa!!!

Todos de volta ao hotel, banho tomado para a night de Cancun. Gongo Bongo era nosso destino, caminhamos pela Zona Hoteleira, escolhemos
um restaurante e experimentamos as iguarias mexicanas, um dos cremes colocados a mesa, derrubou alguns de nossos viajantes, uma pimenta
extremamente forte, cujo efeito durava pelo menos 20 minutos, ahhhhhhhhhhhhhh!!!! O Bongo era quase sempre pronunciado de formas diferente,
desde “coco loko” até “congo mongo”, os colegas que foram no show, disseram que é espetacular, uma mistura de Circo de Soleui com dança!

Palavras do Osni: ” Estamos em nossa segunda viagem ao México. É um país muito interessante. A viagem é para nadar, aprender e divertir.
Não necessariamente nesta ordem. Aliás, cada um de nós dez escolhe a ordem que quiser. Somos de sete de Florianópolis, dois de Curitiba e
uma do Rio de Janeiro. O Oxxo, um mercadinho, que tem quase tudo o que é necessário para sobreviver. Em minha opinião lá tem o melhor
cappuccino que eu já tomei.”

Segundo dia – 2 de dezembro de 2012

A descoberta da Travessia em Cancun, me fez quebrar a cabeça para encaixar o roteiro, já que as passagens já estavam compradas.
Nosso destino era Tulum, deixamos o Osni e a Vitória no Cenote Dos Ojos, para fazer o primeiro mergulho em caverna.

Palavras do Osni: – Nossa guia foi Monica uma mergulhadora experiente e muito gentil que ajudou na nossa iniciação nesta modalidade que é
uma das mais arriscadas e impressionantes atividades humanas. O visual dentro da caverna e com a entrada dos raios do sol cria efeitos muito especiais.

Nos seguimos para, deixamos as bagagens na Pousada, tomamos café em um simpático e pitoresco lugar e fomos para as ruinas.
Uma rápida e especial visita as ruinas que estão a beira mar, aprendemos que os maias inventaram o zero e faziam contas com um sistema vigesimal.
Na saída do parque, pegamos uma inesperada e refrescante chuva de verão, o Osni a e Vitória já estavam na Van.
Em meia hora, estávamos no portão do Xcarret, um espetacular parque temático Maia. Nossa primeira aventura foi descer um rio com snorkel,
mascara e pés de pato. Uma grande e tranquila aventura, achei dois brincos de perolas “super verdaderias”. No fim do percurso é possível ver
muitos peixes do Mar Caribe, como dizem os Mexicanos.
Nossas mochilas com todo nosso material, chega organizadamente no fim do percurso.
A fome era grande, escolhemos, entre os seis restaurantes do Xcarret, o que estava na beira da praia, com todos os frutos do mar,
realmente uma comida digna de um Rei Maia.
Nos espalhamos pelo parque, não conseguimos ver todas as atrações, as 20h, nos encontramos todos no grande espetáculo,
contando toda a historia do México, desde antes da chegadas dos invasores espanhóis, até os dias atuais.
O destaque foi o Juego de La Pelota, ou jogo de bola em português, um jogo praticado pelos maias,
tivemos a oportunidade de ver o jogo ao vivo!!!!!!
Cansados e felizes fomos para nossa morada, uma pequena e simples posada em Tulum.

Terceiro dia – 3 de dezembro de 2012

Acordamos cedo, ainda em função da Travessia de Cancun, mas tudo estava valendo a pena, opinião unanime.
Já tínhamos feito tantas coisas que parecia que estávamos juntos a muito tempo!!!!!!!
O consolo é que o fuso horário nos favorecia, porque no Brasil eram 4 horas adiantado, acordar as 6 horas,
significava efetivamente as 10 horas.
Passamos no Oxxo, que em espanhol a pronuncia fica “ocxo”, as muitas brincadeiras do Mario, transformaram o nome do mercado em “ locha”
( prefiro não explicar o que significa). Compramos café no locha, e veio a ideia de pararmos em um lugar especial,
as 7h estávamos a beira mar em Tulum, tomando um inesquecível café, regado ao nascer do sol no Mar Caribe!!!

mex 12 4

Nosso destino era Chichen Itza, talvez a mais espetacular das cidades Maia, onde, foi feita a grande profecia que dizia que ontem,
dia 21 de dezembro de 2012, o mundo acabaria!
Ufa Passamos!!!!
Escolhi um simpático senhor, seu Andrés, descobri que ele foi um dos primeiros guias do parque, estava a 35 anos conduzindo curiosos com suas belas historias!!
Uma das historias ficou um pouco controversa, sobre quem eram os sacrificados, a versão mais forte é que eram os que usavam roupa azul,
como entre nos estava um morador de Palhoça, torcedor de um time de azul, tivemos a certeza que essa era a versão real!!!
O nosso amigo guia, nos tranquilizou, sobre a versão do fim do mundo, quem inventou essa historia foi um norte americano!!!

Após nossa ultima atividade cultural na Península de Yucatan, fomos nos refrescar no Gran Cenote, também conhecido como Ik Kil,
uma grande cratera alagada com agua cristalina, saímos com a agua lavada e enxaguada, dessa espetacular visita!!!!
Um almoço em um ótimo restaurante sugerido pelo amigo Abel, foi nossa ultima parada antes da viagem para o Aeroporto de Cancun.
Voo suave e chegada a cidade do México, para nossa primeira noite na cidade dos Astecas.

mex 12 5

Quarto dia – 4 de dezembro de 2012

Acordamos mais tarde, de metro fomos para o espetacular museu de Antropologia.
Uma ampla ideia da historia da humanidade na visão cientifica, como imagens, fosseis e muitos utensílios,
dos antigos povos que habitaram o México. O destaque é a Lucy, uma replica perfeita da primeira ossada de um Australopithecus afarensis,
encontrado na África, recebeu esse nome, porque o cientista que encontrou estava escutando a musica dos Beatles, “Lucy in the Sky with Diamonds”

Após a aula fomos dar um passeio pelo Zocalo, como os mexicanos chamam o centro histórico de suas cidades. Fim de tarde, seguimos viagem
para Teotihuacán, com a uma grande expectativa de um voo de balão inédito para quase todos, somente a Léia, tinha voado na Capadocia.
O simpático Antônio nos levou para um agradável hotel próximo ao parque Arqueológico.

Quinto dia – 5 de dezembro de 2012

Conforme combinado, as 6h:30m da manha, o pessoal que nós contratamos para o voo de balão, estava na recepção do hotel. Fomos divididos
em 2 grupos, André, Érika e Leandro, foram para o Balão do Comandante Paco, eu, Léia, Marcus Augusto, Lili, Mario, Osni e Vitória,
fomos no balão do Comandante Ozires. Eu a Vitoria e o Leandro, tínhamos preparado uma surpresa…..
Cada grupo foi levado com nossos respectivos balões para o local de decolagem, com possantes caminhonetes,
que custam um terço do preço do Brasil!!!
Na lista das roupas estava um roupa para um leve frio na Cidade do México, mas o amanhecer em Teotihuacan estava muiiiito frio!!!
Mas, o frio contrastava com e expectativa e as belas imagens do enchimento dos balões!
Assim que entramos no balão, o calor do gás queimado nos esquentou!!!!
Fiquei com medo nos primeiros metros da subida, me posicionei no meio do balão para não olhar pra baixo, mas a medida que o balão foi flutuando,
com o silencio quase absoluto, só quebrado com o acionamento eventual do gás!
Quando o outro balão ficou bem próximo ao nosso o Leandro tirou a faixa de aniversario do Osni, foi uma linda homenagem da Vitória,
a choradeira foi geral!!!!
Realmente muita emoção, o Osni, além de completar seu aniversario nas alturas, ele e a Vitória completam 6 viagens comigo!
O voo de balão, juntamente com nadar com golfinhos em Roatan, foram as mais espetaculares experiências em todas as viagens!!!!
Avistar as Pirâmides de Teutihuacan , do alto é uma visão para ficar na memoria pro resto de nossas existências.
Um pouso bem suave, nos deixou são e salvos em terra firme! Eu ainda não tinha certeza,
mas parece que tínhamos um café da manha incluído no pacote, fomos outra vez com as caminhonetes até um simples e agradável lugar,
onde nos serviram um excelente café da manha, cantamos outro parabéns pro Osni.
As surpresas não acabaram por ali, nos levaram para a sede do aeroclube, onde nos foi contado a historia do balão e fizemos um brinde,
com champanhe e recebemos nosso certificado!!! Despedidas emocionantes, os amigos do balão gentilmente nos levaram até o hotel,
recolhemos nossas mochilas e nos deixaram na porta do parque arqueológico!!!!

mex 12 6

Eles ainda sugeriram um guia, que foi muito eficiente e simpático. O ponto alto da participação dele foi quando um vendedor amigo dele,
fez um desenho utilizando tintas naturais, como por exemplo, vermelho feito de cochonilha. Após subir a pirâmide da lua,
fomos para a pirâmide do sol, mais alta, vi uma senhora chorando copiosamente, perguntei se ela precisava de ajuda, disse que sim!
Depois percebi que o ditado, pra baixo todo santo ajuda, não vale para Teotihuacán, o problema é que os degraus são irregulares e ingrimes,
e só são percebidos durante a descida! Eu ajudei uma senhora e o Mario e a Lili, ajudaram as outras duas, pelo que deu pra entender,
elas são da Letônia e moram na Alemanha.Literalmente missões cumpridas, fomos almoçar!!!!

Palavras do Osni:  “Estava muito frio e nós fomos para o local de onde decolam os balões e presenciamos toda a preparação para o voo.
Balões cheios, decolamos. A sensação é indescritível. “Voar sem asas” é o lema dos baloeiros locais.
Era dia do meu aniversário e a Vitória tinha preparado uma surpresa.
No outro balão na nossa frente abriram uma faixa com uma carinhosa homenagem. Foi uma choradeira.
Até o Carpano(apelido de um de nossos companheiros, não podemos dizer quem é…) chorou!
Acho que foi a melhor surpresa de todos os meus aniversários. Pena que acabou o voo. Poderia fazer aquilo o resto do dia.”

Ano passado tínhamos, pelo menos eu e o Osni, ficado com vontade de comer escamoles, o “caviar mexicano”, larvas de formigas,
por respeito a amiga Cristiane, não. Comemos!
Experimentamos a iguaria, não tem gosto de muita coisa, valeu para entrar no currículo de comidas exóticas!!!
Um cantor mexicano cantou a musica Mañanitas, musica de aniversario dos mexicanos, mas uma choradeira!!!
Um grande dia, com muitas emoções e conquistas!
Voltamos para a Cidade do México de ônibus e depois de metro, um dia para ficar na memoria de todos!!!

mex 12 7

 Sexto dia – 6 de dezembro de 2012

Uma das atrações que tínhamos deixado pra traz na primeira viagem era Xochimilco, conhecida como a Veneza mexicana. Trata-se de uma região
que era um lago e há milhares de anos os habitantes locais foram aterrando e criando pequenas ilhas, as chinampas, para cultivar principalmente flores.
Atualmente virou uma atração turística principalmente para mexicanos de outras partes do país.
Nós fomos de metrô e trem e ao chegarmos já fomos abordados pelos muitos agenciadores que nos ofereciam passeios de barco.
Escolhemos um e fomos em um tour tranquilo e silencioso pelos canais.
De repente tudo mudou. Muitos barcos bem enfeitados apareceram tocando música mexicana bem alta. Havia pessoas comemorando o aniversário,
dançando, bebendo e cantando. Também apareceram barcos com vendedores de comidas, bebidas e todo todo tipo de bugigangas.
Era uma festa de sons e cores. Ficamos quase duas horas por ali.
Voltamos com a certeza de que a Veneza mexicana é muito mais animada que a original na Itália.
Ahhh! Xochimilco, graças ao divertido e criativo Mario, mudou de nome, para os 10 viajantes virou para o restos de nossas vidas, CHOCOMILK!!!!(risos)
Na volta, fomos visitar a basílica de Nossa Senhora de Guadalupe, padroeira do México, afinal nós só estamos aqui por causa da travessia de
natação que é feita em sua homenagem, o Marathon Guadalupano.
Dona Cida, vizinha e mãe de um amigo de infância, tinha contado parte da historia, eu fui conferir em loco, a outra parte do surgimento da Virgem de Guadalupe.
O parque onde esta a basílica vale a pena conhecer, além da antiga basílica, uma construção bem torta a olhos vistos,
por ser construída sobre um terreno instável, e do novo santuário, uma impressionante construção sem colunas centrais, tem ainda um belo jardim!
Antes da volta ao hotel, tivemos tempo de dar uma passada no mercado de artesanato da Cidade do México que também é um espetáculo de variedades e cores.
Vários de nós aproveitaram para comprar os presentes do tradicional amigo invisível.

mex 12 8

Sétimo dia – 7 de dezembro de 2012

As 6 da manha, todos despertos, as 7 horas, malas na recepção, café da manha e partimos em direção a Acapulco. Antes do destino final,
passaríamos em novos destinos, Cuernavaca e Taxco. O Palácio de Cortez, hoje um grande Museu, que conta a historia do Estado de Morelos,
e a catedral, são as principais atrações da cidade colonial de Cuernavaca.
Já a cidade de Taxco, é uma cidade com predominância de suas casas brancas, encravada nas montanhas,
reconhecida como a capital da prata mexicana, uma igreja em estilo barroco também se destacam, na cheia de escadas, e ladeiras, Taxco!!!
Um dos 36 povos mágicos do México!!!.
De Taxco, seguimos direto para Acapulco, logo na chegada no hotel um clima de Travessia, centenas de nadadores,
estavam no hotel para a retirada de kits, rever os amigos, Lenin, Roberto e Victor,bagagens nos quartos,
fomos direto tomar um banho na água quente do Pacifico norte!!!

mex 12 10

Oitavo dia – 8 de dezembro de 2012

Dia da prova de 1000 metros, o café foi no “locha”, fomos de taxi para a Playa Caleta. Uma enseada bem pequena que serve de chegada para
as provas de 1000m do Maraton Guadalupano. Estabelecemos nosso QG ali e alugamos uma canoa para ir para a ilha de onde dá a largada.
Eu fui remando, os Osni, a Lili e o Mario Barwinsky foram tripulantes! Por sorte a quantidade de “águas malas” era mínima, em relação ao ano anterior!
O primeiro a largar foi o Osni, logo em seguida o Mario e a Lili. Uma de minhas missões nessa viagem era acompanhar a Lili, durante a prova,
não foi fácil pra ela, a corrente estava bem forte, mas ela conseguiu! Antes da partida para a largada, conversamos,
eu o Leandro e Érika sobre a tática de prova, já que a correnteza estava forte, acabou dando certo, os dois ganharam suas categorias.
Fizemos uma festa no pódio. A Léia comandou o “mãos lá em cima!”
Fotos com as bandeiras do México e a do Brasil fizeram sucesso.
No final da tarde fomos ver o espetáculo mais tradicional de Acapulco, os Clavados de La Quebrada, como sempre estava eletrizante.
Os meninos, um de seis anos, mergulham de um rochedo em um espaço reduzidíssimo entre as pedras com uma profundidade de apenas uns 5 m.
Depois, hora de dormir, no outro dia haveria os 5000m.

mex 12 11

Nono dia –9 de dezembro de 2012

Uma bela prova de 5000 metros, esperava o Leandro, a Érika e Osni. Aluguei um barco pescador, um velho lobo do mar,
uma pequena canoa de fibra, o eu não sabia era que a mulher iria junto, ou seria o Robson Crusoe e sua Sexta feira.
Acompanhamos o Osni durante todo o percurso, eu coloquei o relógio com termômetro na agua, a temperatura estava em 31.1 graus,
o mais incrível foi o pescador dizer que estava ruim de peixe porque a agua do mar estava muito fria.
As perguntas que o velho lobo me fazia me chamou muito a atenção, perguntas do tipo:
– O Brasil fica perto do Canada¿
– O Brasil tem mar¿
– O Brasil tem ilhas como La Roqueta¿
Chegamos ao fim todos sãos e salvos, o Osni com um ótimo 7º lugar na categoria, Leandro em segundo e Érika em primeiro.
Despedidas do amigosmexicanos,partimos para a Cidade do México.
Assim que chegamos, procurei informações sobre “Lucha Livre”, muito popular no México, fomos em uma das arenas,
chegamos a tempo para ver uma das lutas, sabemos que é tudo combinado,
mas os lutadores são muito fortes e muito habilidosos.

mex 12 13

mex 12 12

mex 12 14

Décimo dia – 10 de dezembro de 2012

mex 12 16

Acordamos as 6 horas, o plano era, ir fazer o cheking no aeroporto, voltar ao hotel, para tomar o melhor café da manha do mundo, desde feijão
até frango ensopado estava no menu do cafézão! Deu certo, alguns, fizeram de conta que era hora do almoço e almoçamos. Embarcamos para
o Panamá. Uma Van com uma moça de guia nos esperava no aeroporto, pelo atraso da hora, não podemos os passeios, deixamos as malas na
recepção e fomos para o Albrook Mall, o maior Shopping do Panamá. A noite no hotel fizemos a revelação do amigo invisível,
muita diversão e mais uma choradeira, pra varia né Osni¿(risos) Um grupo muito unido, parecíamos todos amigos de uma vida!!!!

Décimo primeiro dia – 11 de dezembro de 2012

A principal atração do Panamá, o fantástico canal, estávamos com sorte durante toda a viagem, também durante a visita ao canal, vimos o ultimo
navio que passaria durante a manha!! Visitamos o Casco Viejo, a antiga Cidade do Panamá, e alguns pontos de destaque da cidade.
No fim da parte histórica, fizemos as ultimas comprinhas, cada um que chegava na van, trazia suas conquistas, a curiosidade foi,
eu comprei um emblema do Panamá para o Leandro e ele comprou um igual pra mim!!! Mas a barganha da rodada quem conseguiu foi o Osni,
que comprou uma Land Rover zerinho por U$37,00!…
Calma pessoal, era uma bota!!!!
Um tranquilo voo de 7 horas estávamos no Brasil.

Dia 0 somente retorno – 12 de dezembro de 2012

Palavras do Osni: “ Chegamos bem e já estamos preparando a próxima, para a Turquia em 2012.”

Durante toda a viagem, lembramos das colegas da primeira viagem ao México, Cristiane e Roberta!!!!

Colaboração de Osni Jacó da Silva

Próxima viagem ao México e Panamá, dia 19 de julho de 2013

 

Inscritos 13º REVEZA 10 - 2018

 

 INSCRITAS:

SOLO:

Atleta Equipe
Mauricio Soares Grêmio Fronteira
Pedro Meyerle Competition Higienopolis - SP

 

DUETO: 

Qtd Atletas Equipe  
1 Raul Buarque e Abel Costa Treino Travessias 2
2 Luciane e Enaile Liga² RS Laçador
3 Maira e Gabriela Liga² RS Farroupilha
4 Gabriela e Christiano Liga² RS Gasômetro

 

CATEGORIA FAMÍLIA COMPLETA

 

Competition Higienopolis - SP
Pos Atleta Crit Idade  Camisa
1 Andre Loureiro 30+ 39 M
2 Arthur Ramalho L 26 G
3 Pedro Mayerle L 24 M
4 Ricardo Ballotto de Araujo L 31 M
5 Larissa Nunes Martini M 23 P
6 Carlos Antonio de C P Neto L 37 M
7 Alain Levy 60+ 65 EGG
8 Leila Maria da Roz M 35 P
9 Karen Muller Senciales M 36 P
10 Rodrigo Marcondes Senciales 40+ 42 M

 

Blumenau Águas Abertas - CAPIVARAS
Pos Atleta Crit Idade  Camisa
1 Juliano Tejada L 42 M
2 Larissa Christovam Simões M 36 P
3 Gilney Afonso Braga Palhares 40+ 44 G
4 Caroline Pagel M 29 P
5 Rafael Felipe Jasen L 35 G
6 Fernanda de Carvalho Micheluzzi M 38 M
7 Carlo Antonio Zanichelli 45+ 46 M
8 Jean Jorge de Souza L 40 M
9 Ivan Burgonovo 50+ 50 G
10 Eduardo Zanatta Schifter L 34 M

 

GANA 1 
Pos Atleta Crit Idade  Camisa
1 ALEXANDRE BACELLAR RAUPP 50+ 54 GG
2  Rodrigo Ferraz   L 39 G
3 GIANNE SOUZA KRACIK M 33 M
4 KATIANE DUTRA COELHO M 33 PP
5 DANIEL PAGANO L 57 G
6 LUIZA MACHADO NOGUEIRA M 13 P
7 Otávio Thibes de Campo L 16 G
8 André Junqueira Xavier L 54 G
9 MARCELO NOVELLI 40+ 45 M
10 ANTONIO LEITAO 45+ 49 G

 

GANA 2 
Pos Atleta Crit Idade  Camisa
1 EDGAR DOS SANTOS PEREIRA L 41 EGG
2 Charles Feliciano L 36 GG
3 MATIAS ISOPPO GUNTZEL L 13 G
4 BERNADETTE HOFFER M 25 M
5 ELISABETE VERONICA TOME M 61 M
6 LUCAS BELARMINO L 14 M
7 FERNANDO ANTENOR 50+ 56 EGG
8 SUELY FERRAZ DE ANDRADE M 63 EGG
9 MAURICIO BECK 40+ 45 EGG
10 ALEXANDERS BELARMINO 45+ 46 G

 

Las Lunas Oceano
Pos Atleta Crit Idade  Camisa
1 Carlos Trautwein 50+ 53 G
2 Hugo Carlos 45+ 51 G
3 Lucas Davesac  L 13 P
4 Ronaldo Klug L 12 M
5 Karine Lima  M 32 P
6 Erick Deniz L 14 M
7 Sandra Regina M 43 P
8 Ariane Siqueira M 39 P
9 Fabio Moreira 40+ 40 G
10 João Guilherme L 36 M

 

IN TINHO ACADEMIA GUSTAVO BORGES MERCES 
Pos Atleta Crit Idade  Camisa
1 GUILHERME PATRICIO L 26 M
2 FERNANDO LINO 30+ 36 M
3 RAQUEL CORRÊA M 35 G
4 ELVIRA KIM M 45 P
5 DENIS CORONIL 40+ 45 G
6 IVENS HUBERT L 38 M
7 CARLOS BONAZZOLA L 58 M
8 SONIA STALL 60+ 62 P
9 MARLA KARINE M 38 M
10 EDSON IURK L 29 G

 

GRÊMIO FRONTEIRA - EQUIPE A
Pos Atleta Crit Idade  Camisa
1 MAURÍCIO SOARES 40+ 42 G
2 INÊS SOFIA ANTUNES TORPES M 13 P
3 LUIZA SAVI MONDO BELETTINI M 30 P
4 JULIANA MORAGNO M 48 P
5 ADRIANO DE JESUS L 41 GG
6 LEANDRO BARBOSA DE SOUZA L 30 M
7 JOÃO KAWABATA 50+ 55 M
8 ALYSSON BARBOSA DE SOUZA L 23 M
9 MARLON MACHADO L 33 G
10 FÁBIO PEREIRA 45+ 51 M

 

ACM Porto Alegre
Pos Atleta Crit Idade  Camisa
1 Josias Pontes Guedes 30+ 36 M
2 Isabel Cristina Goulart Nunes 40+ 46 PP
3 Andrey Castillo Groch L 29 M
4 Carolina Patricia Konig M 31 P
5 Ana Paula Ferreira Alves M 28 P
6 Karen Joaquim Amorim M 41 G
7 Vinicius Silveira Martins L 32 G
8 Nilson Antunes Ribeiro 60+ 60 M
9 Marcos Roberto Paulino Bueno L 47 M
10 Ramiro Francoso Lubisco L 41 M

 

Guarda Vidas de Gov. Celso Ramos
Pos Atleta Crit Idade  Camisa
1 Janecir João dos Santos L 56 G
2 Thiago Cardoso Macedo 30+ 36 M
3 Wagner dos Santos Dexheirmer L 26 G
4 Thuany Karoline Platt M 26 M
5 Inácia Albuquerque Alves M 18 M
6 Rafael Rodrigues Vazzoller L 29 M
7 Jeferson Andrei Silveira 40+ 45 M
8 Luiz Carlos Cardoso 60+ 62 M
9 Bianca Iara Simão M 29 M
10 Marcos Aurélio da Costa L 39 M

 

Power WS
Pos Atleta Crit Idade  Camisa
1 Yuri Wojciechowski L 28 G
2 Juliana Arruda M 34 P
3 Samuel Canttini de Melo L 34 M
4 Kauane Bueno Kosinski M 22 PP
5 Marcelo Luiz Leal L 32 G
6 Deborah Warboys M 42 M
7 Luciano Sousa da Costa 45+ 47 G
8 Herman Ferber 50+ 51 GG
9 Daniel Schlichting 40+ 44 G
10 Felipe Luiz Dalpiaz L 24 G

 

LIGA² RS - Gasômetro
Pos Atleta Crit Idade  Camisa
1 Gabriela Trindade Perry M 40 M
2 Christiano Dornelles Ribeiro 40+ 43 G
3 Luciene Nunes de Freitas 45+ 50 M
4 Neusa Maria Sulzback Weber 50+ 58 P
5 Daniele Leoratto M 30 M
6 Renato Borba Brum L 23 G
7 Rodrigo Tittelmaier de Souza L 43 GG
8 Pedro Martins Dusso L 30 G
9 Ana Paula da Rosa Silva M 34 P
10 Leonardo Zawadzki Pinto L 15 G

 

Treino Travessias 2
Pos Atleta Crit Idade  Camisa
1 Abel Costa 50+ 54 G
2 Raul Buarque L 58 G
3 Luciana Bedinni M 37 M
4 Graziela Vargas M 39 P
5 Luciana Schuetze M 44 M
6 Jorge De Paula 45+ 46 G
7 Arthur B Gonçalves L 24 EGG
8 Mauro Hirt L 41 G
9 Fabio Cooke 40+ 40 G
10 Mauricio Cangianni L 36 GG

 

Treino Travessias 4
Pos Atleta Crit Idade  Camisa
1 George 40+ 43 GG
2 Alexandre Edelstein L 39 EGG
3 Jonas Gretter 50+ 52 G
4 Ana Luisa Rodrigues M 49 P
5 Julia Pires M 13 P
6 Fernanda Vieira M 44 P
7 Meliza Panek L 12 P
8 Elton Staub 45+ 45 GG
9 Alan Edelstein L 38 GG
10 Felipe Jardim L 38 G

 

Racer I
Pos Atleta Crit Idade  Camisa
1 Nair ferreyra M 39 M
2 Fernando piletti L 39 M
3 Maria Gorete de Melo M 59 M
4 Regis rodel L 31 G
5 Carlos Eduardo alvez 50+ 52 G
6 Ricardo machado 45+ 48 G
7 Caetano alvez L 22 G
8 Renata assunção M 31 M
9 Daniel Philipe negreiro 40+ 41 G
10 Álvaro maus L 29 M

 

LIGA² RS - Redenção
Pos Atleta Crit Idade  Camisa
1 Luiz Guilherme A Guglielmo 45+ 48 M
2 Julio Cesar Leal Marques 50+ 52 M
3 Blessane Lipski M 45 M
4 Betina Martins Lorscheitter M 27 M
5 Marcelo Biavatti Soares 40+ 47 G
6 Sabrina Mazzola Fernandes dos Santos M 36 PP
7 Victor Mafra L 15 M
8 Eduardo Otte Hulse L 31 G
9 Douglas Rohrbacher L 19 G
10 Diego Vidal L 31 G

 

LIRA
Pos Atleta Crit Idade  Camisa
1 WALBERTO SOUZA JR L 42 G
2 RAMAI VANCONCELLOS L 34 G
3 GRAZIELA DO NASCIMENTO  M 31 PP
4 FABIANA REUS M 39 P
5 RENATA GRAUPEN FIGUEIREDO M 14 P
6 FABIO TORGO L 39 M
7 ANDRÉ BOUTIGUE 60+ 78 G
8 ALEXANDRE ROSA  40+ 46 G
9 THALES DA SILVA 30+ 30 G
10 MARKUS ALPERSTEDT L 38 G

 

Jacarés Light - Clube Curitibano
Pos Atleta Crit Idade  Camisa
1 Danilo A. Stremel Andrade 45+ 48 GG
2 Felipe Fernandes Baptista L 33 G
3 Vivianne P. Ceccatto Andrade M 46 M
4 Barbára Lepka Maia M 29 P
5 Bernardo M. da R. Medeiros L 32 M
6 Luciano Carrasco F. de Souza L 43 GG
7 Carolina Basgal 40+ 41 M
8 Vanessa Costa M 54 M
9 Paulo Zaniol 50+ 54 P
10 Nancy Delux L 38 M

 

Jacarés - Clube Curitibano
Pos Atleta   Idade  Camisa
1 Bernardo Wanderley 30+ 37 GG
2 Leonardo Rodrigues L 22 G
3 Marcela Pimpão M 29 P
4 Ana Laura Manasses Valaski M 22 M
5 Carlos André Pangracio 60+ 60 GG
6 Mariana Marucco M 16 P
7 GABRIEL MONTENEGRO L 30 G
8 Lorenzo Laurindo Netto L 30 G
9 Gabriel Fragomeni 40+ 40 G
10 Gustavo Saldo L 43 G

 

 

CATEGORIA SUPER MASTER:

 

Racer II
Pos Atleta Crit Idade Camisa
1 Carlos Eugênio pereira L 48 G
2 Lairis hulse M 53 P
3 Lucas bastianello L 35 M
4 Daniel lovato L 35 G
5 Andrei candemil L 40 G
6 Vania Mansur L 52 M
7 Marina Cristina bartzack M 56 G
8 Vanessa cecconi M 45 EGG
9 Paulo seleme L 39 G
10 Rodrigo campos L 42 G

 

IN TÃO - ACADEMIA GUSTAVO BORGES MERCES
Pos Atleta Crit Idade Camisa
1 PAULO SCHIBELOSKE L 47 M
2 ANA MURARO M 29 M
3 CRISTINA TIEMI L 35 M
4 DANIEL OTT L 67 G
5 THAISA SALLES M 39 P
6 MARCOS MARCELO WATZKO L 41 G
7 EVERTON IURK L 27 G
8 PORFIRIO VENGUE L 47 G
9 ELISA GEHLEN M 44 P
10 PAULO HENRIQUE LOPES L 35 M

 

ACM POA
Pos Atleta Crit Idade Camisa
1 Ezequiel Rodrigues da Luz L 47 M
2 Marcio Almeida Espindola L 46 GG
3 Leticia Cancian Selba da Silva M 36 M
4 Rosane de Jesus Costa M 56 P
5 Luciana Hoerlle Bitencourt Topor L 38 P
6 Felipe Correa Werle L 30 G
7 Natalia Jaeger Basso Werle L 31 P
8 Helena de Oliveira de Rocchi M 38 M
9 Maximiliano Oliveira Maciel L 40 P
10 Eder Giovane Scherer Oliveira L 45 EGG

 

Las Lunas Poseidon
Pos Atleta Crit Idade Camisa
1 Marcos Machado L 38 G
2 Everton Vieira L 44 M
3 Mauro Hernani L 67 M
4 Nilceia Nunes M 55 PP
5 Yuri Siqueira L 27 M
6 Sidnei Peres (Magal) L 29 M
7 Cristiane Donini M 54 M
8 Cláudio de Souza Limeira L 38 G
9 Solange Benz M 50 PP
10 Mauricio Laterça L 52 M

 

Las Lunas Zeus
Pos Atleta Crit Idade Camisa
1 Eugenio Ribas L 56 G
2 Osni Jacó L 62 M
3 Silvana Comerlato M 55 PP
4 Thomas Damo Ranzi L 34 GG
5 Fabiane Stefani M 51 PP
6 Vânio Denis Mafra L 39 M
7 Amanda Peloia M 35 P
8 Silmara Hidemi L 57 PP
9 Eduardo Fernandes L 28 G
10 Valdinei de Melo L 42 M

 

Crocodilos - Clube Curitibano
Pos Atleta Crit Idade Camisa
1 Márcio Gobbo Costa L 52 GG
2 Maria Cristina Sigwalt M 51 P
3 Isabella Fanaya M 49 P
4 Sérgio Nickel L 58 GG
5 Sérgio Chiesa L 53 GG
6 Juliana Piloto M 39 G
7 Sérgio Montenegro Silva L 55 G
8 José Ricardo Correa Portela L 54 G
9 Bernardo Guedes Ramina L 34 G
10 Márcio Marucco L 44 GG

 

SWIMEX
Pos Atleta Crit Idade Camisa
1 William Araujo Binder L 38 G
2 Miriam Nehama Kessel M 45 P
3 Handressa Karine Dallolmo Laufer M 35 M
4 Wilton Francisco Gomes L 35 M
5 Gil Cid Amaral Ferreira L 55 M
6 Vanessa Ottoboni M 37 P
7 Philip Bueno Khouri L 49 G
8 Maria Victoria Kalil Marquesi L 30 M
9 Carlos Alberto Hohmann Choinski L 48 G
10 Fernando Prazeres L 55 M

 

Las Lunas Chronos
Pos Atleta Crit Idade Camisa
1 Luiz Fernando Portinho L 70 GG
2 Joachim Gerecht L 52 GG
3 Paulo Morais Badan L 35 G
4 Sonia Cordeiro M 55 PP
5 Romerito de Queiroz L 63 M
6 Rosa Mª Araujo Ferlini M 65 PP
7 Reginaldo de Souza L 49 GG
8 Maria Elizabet P. Sicuro M 60 P
9 Amaro Francisco Silva L 52 M
10 Roque Gonzales Pacheco L 64 G

 

GRÊMIO FRONTEIRA B
Pos Atleta Crit Idade Camisa
1 EDUARDO TOCHETTO DE OLIVEIRA JUNIOR L 40 G
2 CAMILA DA ROSA SOUZA M 25 M
3 MAIKON PIRES PEREIRA L 32 G
4 MARCOS COSTA MELO L 33 M
5 CARLOS ALBERTO GAÚCHO L 60 G
6 LAERTE COELHO ABATTI JUNIOR M 26 G
7 BRUNA FAVASSA CHIOT M 27 P
8 ANTÔNIO QUILLINAN MACHADO L 76 G
9 Iedi Hahn L 36 P
10 MARCO AURÉLIO CATEL L 50 M

 

LIGA² RS - Laçador
Pos Atleta Crit Idade Camisa
1 Luciane Feiten Wingert M 44 PP
2 Enaile Farias Moraes M 33 M
3 Eduardo Ramos da Silva L 48 G
4 Cristiano Silva Dilli L 39 G
5 Flávio da Cunha Nerva L 52 G
6 José Guilherme Machado do Couto L 35 M
7 Jeanne de Mendonça e Silva M 39 PP
8 Evaldo Belloc Nunes L 48 EGG
9 Klayton Augusto Martins Topor L 35 GG
10 Vitor Pereira Saraiva L 35 G

 

LIGA² RS - Farroupilha
Pos Atleta Crit Idade Camisa
1 Maira Chagas Alves M 53 P
2 Gabriela Sperb Funcke M 43 P
3 Fernanda Knijnik M 47 P
4 Melina Silva de Loreto L 29 M
5 Cibele Almeida Nunes L 28 P
6 César Augusto da Silva L 35 M
7 Fabiana Andrea Cheick Moraes L 44 PP
8 Lais Faria Bagatini  L 64 M
9 Lívia Schuler Paim L 54 PP
10 Débora da Costa L 52 P

 

Treino Travessias 1
Pos Atleta Crit Idade Camisa
1 Martha Schuetz M 42 M
2 Junia Martins M 51 P
3 Carla Eliff M 27 G
4 Adriana Rodrigues L 46 P
5 Renata Deluca L 39 PP
6 Fernanda Campos L 48 PP
7 Madalena de Toledo L 41 M
8 Jaqueline Pontes L 44 G
9 Marcia Onildede Abreu L 52 P
10 ReginaFeldmann L 55 GG

 

Treino Travessias 3
Pos Atleta Crit Idade Camisa
1 Jandira Palma M 47 M
2 Ricardo Costanzi L 48 G
3 Daniela Sampaio M 36 G
4 Mathias Dreher L 40 G
5 Tatiana Correa M 35 M
6 Adriana Witkoshi L 40 P
7 Carlos Hermano Martins L 33 G
8 Wiliam Vieira L 44 G
9 Edson Machado L 36 G
10 Rogerio L 42 GG
Assinar este feed RSS